terça-feira, 22 de abril de 2008

Lumiar

Descobri recentemente que o primo Basílio – do escritor Eça de Queirós – dizia para a sua Luísa: "Vamos para o Lumiar, que é o melhor sítio".

Primo Basílio, deves estar a dar voltas na campa...

5 comentários:

Carlos disse...

Sim, eram por aqui as quintas dos betos da altura, depois começaram a dar muito na coca e tiveram que começar a vende-las ao estado para que estes mandassem os pobres coitados que eram removidos quando na construção da ponte 25 de abril para os arredores da cidade, e mais tarde os imigrantes das ex colónias.

Carlos disse...

A outra teoría é que o primo Basílio vendia chamô aqui no Lumiar e um dos seus melhores clientes era o senhor roubado, o qual deu seu nome a essa belissima freguesia. Reza a lenda que este senhor foi roubado por 3 lavadeiras que subiram até a ameixoeira para colher umas belas ameixas para as suas compotas,quando se deparam com um senhor (estranho as redondezas da quinta das lavadeiras) a fumar um belo parpalhazio sentado à sombra da arvore fornecido pelo Basílio fazia minutos, é então que as lavadeiras decidem dar o seu golpe clássico que consistia em subir a ameixoeira e oferecer as ameixas estragadas ao seu alvo, referiam-se a este golpe entre elas como "dar a boca", em pouco tempo o senhor começa a ficar envenenado e é então que as lavadeiras roubam-lhe todos os seus pertences antes de o deixarem na curandeira e lider espiritual que vivia muito perto da dita árvore, o seu nome era Clara e nos últimos anos de vida começou a ser conhecida como a Santa Clara por ter dedicado uma vida à caridade e por ter salvo a comunidade da peste negra que atingiu a cidade.

sofya disse...

No inicio do séc. XVIII, era definido o Lumiar como "um sítio de nobres quintas, olivais e vinhas", sendo os principais frutos da terra o vinho, o trigo, a cevada e o azeite.

se isto faz algum sentido?
pra wikipédia pois parece que sim..
*

gomes disse...

Para mim é só ponto de passagem a chulos, putas e mitras. As tantas há um mitra chamado Basilio, dai a expressão dos mitras "primo". "O basilio fezou uns meninos à porta do colegio.." - "quem é o Basilio sóss?" ´- "é um primo meu..."

Braz disse...

LOLOLOLOLOL