sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Estava em casa do Treze
quando muito de repente
sem razão aparente
De liquidos fiquei carente

Havia uma Coca-cola velha
em cima da mesa a apodrecer
eu como bom abutre
peguei nela para a beber

Três minutos passados
quase acabado o inverno
Ouço uma voz na cabeça
"Tu vais para o inferno"

Pensava eu erradamente
que certamente estava a imaginar
Frutos da minha imaginação,
algo que não se estava a passar

Sete minutos passados
e comecei em bica a suar
senti a transformação
que a voz estava a falar

Comecei a sentir-me cansado
a perder os sentidos
pensei "vou lá para baixo
para a terra dos perdidos"

Com um sorriso na cara
fui o Diabo conhecer
quando o encontrei
não tinha nada para me dizer

Estava tímido e triste
pois finalmente tinha vencido
porque no fundo
bem no fundo
preferia ter perdido.



.

4 comentários:

sofya disse...

Ouço uma voz na cabeça
"Tu vais para o inferno" -- por vezes também me acontece o mesmo.

The Abo.. andas um poeta :)
*

Treze disse...

que giro eu lembro-me distoo

Carlos disse...

e é assim que elas acontecem

Carlos disse...

e é assim que elas acontecem