domingo, 10 de janeiro de 2010

extrapolações

carlos diz:
profeta
do caralho
DJ GRELHADOR diz:
e então?
rockou?
carlos diz:
curti bué
caga..
no fim azeita uma beca
DJ GRELHADOR diz:
achas? o fim fim?
carlos diz:
ya
nao era preciso os cartazes do boss
podia ser mais subtil
mas rockou muita forte
ya
?
DJ GRELHADOR diz:
hmm?
carlos diz:
no core comments?
ainda tou abananado com o filme
*no more
DJ GRELHADOR diz:
ah, aidna estás a processar
carlos diz:
yaaa
DJ GRELHADOR diz:
carlos diz:
a "sociedade" a funcionar fora da sociedade
quando entrou o hip hop ate me grizei
quando o gajo ja conhece a realidade
knoledge to knoledge
*knowledge
DJ GRELHADOR diz:
carlos diz:
smiles
DJ GRELHADOR diz:
dj smilies
carlos diz:
nao vibraste mto com o filme
n tou a sentir
DJ GRELHADOR diz:
não, não vibrei muito com o filme.
achei que era um filme porreiro e bem sólido.
8/10 sólido. mais não
carlos diz:
é o godfather do sul de frança
DJ GRELHADOR diz:
eish
se calhar o problemaé esse: o pessoal dá logo esse avança à confiança porque é um tema/filme que facilmente salta
*avanço
carlos diz:
tava a brincar
DJ GRELHADOR diz:
talvez, mas não és o primeiro a dizer isso
carlos diz:
mas tive uns insights fixes a ver o filme
pelo menos para mim foram fixes
para alem de fme focar na cena de ser uma sociedade que funciona exactamente como a nossa
é uma réplica
também a cena de o sistema esta feito para nos aglomerarmos por raças
pq?
uma questao de trust... neste mundo de merda?
DJ GRELHADOR diz:
é claro que se pode sempre fazer esse pararelismo, mas eu achei o filme muito cru e directo.
achei que era um retrato simples e sem merdas
"é isto. obrigado."
carlos diz:
sim... mas podes extrapolar
DJ GRELHADOR diz:
claro
carlos diz:
no mundo globalizado... e com esse upgrade nos valores da burguesia
ja nao acontece tanto
mas de onde é que vêm?
é mais básico
mais tribal
é um neste mundo em que o jogo étu aproveitareste do outro pessoas de confiaça ao teu lado é crucial
e em quem podes confiar é na familia, o mais familia que tens neste caso é pessoas da tua tribu, como tu, mesmos costumes... que os conheces bem
DJ GRELHADOR diz:
a prisa é a cena mais agreste e primitiva. é a lei da selva onde, como individualidade, estás fodido.
carlos diz:
e a rua vulgo street?
J GRELHADOR diz:
não há cá camuflagens à leopardo nem nada, tens de te juntar às zebras e à tua manada para te safares
carlos diz:
é menos primitiva mas mesmo onda
DJ GRELHADOR diz:
sim, mas podes ser um omar
não é normal mas é mais possível. na prisa estás fodido.
carlos diz:
mas pq acontece?
DJ GRELHADOR diz:
não há cá omars na prisa
carlos diz:
de onde vem?
DJ GRELHADOR diz:
pah, não sei. deve ser uma merda primitiva instintiva
associares-te ao que te é mais próximo
quanto mais não seja pela maior facilidade em te integrares e seres aceita, pela semelhança nos costumes, lingua, etc
*aceite
carlos diz:
ou também um bocado para dar alguma lógica "ao game", "à guerra"... faço-lo pelo meu povo
DJ GRELHADOR diz:
pode ser isso
o pessoal tem sempre o instinto de se associar a merdas
é como o povo a festejar os resultados das eleições. não tem lógica
carlos diz:
ahah
mas então se estiver no instinto... mesmo no nosso joguinho sem violência directa, com regras escritas em papel e governantes de fatinho que se expressão com palavras do dicionário, esse instinto e essa conduta continua lá mesmo que reprimida
o nosso pacto social tem esse instinto nos bastidores
DJ GRELHADOR diz:
claro
há sempre diferenças raciais, sociais, de género, etc, como pano de fundo do jogo
não somos "todos iguais"
pode ser um stick to what you know levado ao extremo
carlos diz:
sim, o " todos iguais" pode ser um: já não nos podemos aproveitar à bruta, vamos empurrar esse valor no "pacto social" só porque é necessário para continuar a fazer a nossa cena sem disturbios...
DJ GRELHADOR diz:
bem, quim, vou-me retirar
DJ GRELHADOR diz:
to be continued
carlos diz:
te amanha


( decidi por isto no blog, mas como não tinha sono decidi continuar a extrapolar sozinho)




Depois curto é "os escandalizados/ indignados" com OS que as hipóteses de se safarem no nosso joguinho são quase nulas (aqueles 10%) não o jogarem. Ensinam a classe média a ficar indignada se for preciso ir lá po-los "no seu lugar"( bota mais bófia encima deles, penas mais fodidas) dão-nos uma verdade confortavelzinha e drogam-nos com plasmas, carros, carreiras, restaurantes fixes, novelas e futebol. Entretanto os que são fodidos todos os dias ( os que levam com chapadas de realidade ) percebem rapidamente o que é que se passa, e como os que estão "running the show" sabem disto ha o acordo silencioso do: ok joguem o vosso joguinho mas sem estrilhos, não assustem o nosso rebanho "contribuintes", desde que não transborde para o nosso mundo. Se por acaso houvesse 20 homicidios por ano de branquinhos estudantes no centro da cidade o pessoal perdia a cabeça, "eles" mandavam o exercito ocupar a cidade e acabava-se logo o "estado de direito" e o "todos Iguais" e essas historias que nos contam para dormir melhor. Por isso é que apesar de não concordar respeito as elites dos fachos que ADMITEM a verdade e que é assim que tem de ser, ou aproveitas-te ou es aproveitado, o jogo é mesmo esse por isso protegem o poder de se poderem aproveitar com o marketing da patria e da bandeira por tras.
Admitirem que o plano não é educar as massas, não ha benificio nenhum, isso só irá prejudicar o equilibrio social, como o Salazar que queria fazer de Portugal um presépio, dar fado vinho e futebol ao povo e "a elite" desenvolve o país, o resto vêm atras tipo atrelado. Claro que depois da revolução isto mudou e apareceram uns "herois de plástico" com a cantiga do povo unido bla bla que se agarram a uma fatia do bolo o que fez que caissem mais migalhas para o zé.
Dentro desta merda toda a cena americana não está assim tão má, its about the dollar, money talks o resto é bullshit, os conjuntos de individualidades que se defendem tem mais haver com o poder económico, é um país novo, não tem a cácá toda arrastada de séculos como a europa, por isso é que os judeus, que foi a minoria fodida em todo o lado do mundo durante séculos, se deu tão bem, apesar de mais uma vez "o branco chegar lá e foder os que já lá estavam. Secalhar é esta a razão pela qual que depois de conseguirem entrar no joguinho, não perdem o sentido dos "seus"... da sua comunidade, não sei...

Mas sei que me enjoa quando vejo por exemplo uma expressão artística de rua como o hip hop, uma cena que era originalmente um grito da sarjeta para abrir a pestana ao pessoal que anda a dormir e não vê o que se está a passar e porquê se está a passar, transformar-se numa cagada corporate para o "suit" por uma piscina aquecida em casa. Quando vejo tias armadas em escritoras virem à televisão promoverem-se e subtilmente posicionarem-se na sociedade como a elite social e cultural deste país mas com uma grande consciência social... fuck you! como se fosse suposto ninguèm perceber esses malabarismos todos à volta da mensagem que quer passar que é: sou duma elite muito polida, vou deixar deslizar que já a minha avó me levava a museus e a peças de teatro em todo o mundo por isso é que sou este espectáculo, vou deixar cair " el pais" e nova yorke 10.000 vezes que é para perceberem bem mas sempre com um ar muito humilde como quem realmente não quer passar essa imagem... fuck you! e depois ha um exército de burregas que "não sabem que horas são" a querer ser a tia escritora, ou a catarina furtado, ou a a quererem ser a burrega que tirou comunicação social na católica e o tio po-la a fazer reportagens do mais idiotico possivel... que acabam com uma cambalhota do jardim.
PROPAGANDA... cria-se estes modelos a seguir para a carneirada, põem-se uns analistas da bullshit na tv todos defensores de uma moralidade qualquer, e ensina-se um leque de opiniões que se podem ter sobre as coisas, depois vamos todos celebrar o facto de "sermos livres" e vivermos numa sociedade democrática e vamos votar...

Só para acabar desculpem lá o espalhador de ódio o português das cavernas e deixo só 2 videos que vêem no seguimento deste post.


Esta cena rocka


curto a conversa subentendida é: (mjv) podias ter sido dos nossos mas vendeste-te VS (hj) tu ainda não percebeste que esta merda é mesmo assim
(de destacar o silencio do não nos ensinaram o que é isto com uns giggles doas 3 gajos da plateia que sabem ao que é que o mjv se está a referir)


Thank you, you´ve been great... Good night



3 comentários:

sofya disse...

depois da tua partilha de conversas 'messengerianas' e do teu raciocionio "tou-a-falar-em-voz alta-porque-me-apetece".. apraz-me dizer: gosto de te ouvir pensar! =)
thanks for posting!

de Azevedo disse...

"Claro que depois da revolução isto mudou e apareceram uns "herois de plástico" com a cantiga do povo unido bla bla que se agarram a uma fatia do bolo o que fez que caissem mais migalhas para o zé."

Excelente! O teu melhor post, óptimo do princípio ao fim :D

be disse...

夢世界,
華麗幻想,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗幻想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗幻想,
夢世界,
華麗夢想,
夢世界,