quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Já não se fazem como o De Niro...

Os senhores taxistas chegam ao destino pedido. Param o carro. Depois, em vez de pararem logo o taxímetro, ainda olham uns 3 segundos através do seu vidro lateral. Além de ser uma situação completamente normal (porque sim), é ainda um demonstração do ávido interesse destes senhores pela vida natural pois nunca se sabe quando se poderá avistar uma pardela-de-bico-amarelo (tão rara nos dias de hoje) pelo que cada ocasião é de se aproveitar. Mas eis que senão quando (plim!), não há pardela para ninguém mas sim uns belos 15 cêntimos redondos-e-de-metal que aparecem por entre os arbustros do taxímetro e que são outra espécie de se lhe tirar o chapéu (e a gorjeta), pois parecem acabar logo com o interesse de qualquer senhor taxista pela vida natural ameaçada.